Quer ler? eu deixo!!!

Acho que todo mundo já teve um diário (ou pelo menos desejou ter) . O problema dos diários é que neles a gente escreve as coisas íntimas, os sonhos, os problemas, as frustrações, os segredos… e manter tudo isso fora do alcance alheio é difícil, muito difícil.
Eu mesma já tive vários diários. Um, em especial, tinha chave, e esse conseguiu durar por alguns meses, não lembro exatamente quantos. Mas os outros… duraram pouco, muito pouco. Eu nunca conseguia um lugar legal pra guardar aquilo que na verdade era “ilegal”… Resumindo a história dos meus diários de adolescente, todos pararam numa triste fogueira, junto com outras preciosidades, (incluindo um lindo “caderno de recordações” e um outro de perguntas e respostas) depois que minha mãe os encontrou… e leu.

Os diários não precisam necessariamente ser escritos diariamente. Basta que haja uma certa regularidade na frequência, e que o que for tratado num determinado dia e não for concluído… seja retomado depois. Ou não. Na verdade, um diário não tem regras: Algumas pessoas “conversam” com ele, como se fosse uma personagem, um amigo imaginário, dão até nome. Outras conversam consigo mesmas. Outras relatam os fatos como se fosse uma agenda, com horários e acontecimentos. Cada um faz como quer, mas há algo em comum: todo mundo conta que um diário é algo particular.
Só que do mesmo jeito que quase todo mundo já teve (ou desejou ter) um diário, também arrisco dizer que (quase) todo mundo que teve oportunidade leu o diário alheio! Ninguém me pergunte se eu já li de alguém, que vou responder que não lembro, mas na verdade, não garanto nada! Só sei que dos meus filhos não li… porque nunca procurei, mas se desse sopa… fazer o quê, fechar os olhos????
A moda agora é o “diário aberto”, o blog… o lugar onde se escreve ou descreve a própria vida, de maneira real ou fictícia… e se expõe pra quem quiser ler. E olha que tem muita gente que quer, viu?
Depois dos traumas dos diários secretos da adolescência… escrever num blog é mais ou menos como ir à forra. Abrir o coração, dizer o que se pensa… e desejar ser lido. Como agora não sou mais adolescente, (e nessa fase de “pós-adolescência”, como bem definiu minha “melhor-amiga-de-infância”), já não preciso ter pudores com o que escrevo. Também, para publicar na net… não podem ser segredos, embora continuem valendo os sonhos, os problemas e as frustrações.

Então… tá valendo.
Quer ler? Eu deixo!
(Tomara que vc volte pra ler o que eu ainda vou começar a escrever!)

Anúncios

  1. All Right!!! Agora vai…agora eu tenho voce e vc me tem como leitores dos nossos respectivos blogs! :)) Vai ser interessante. E gostei da sua apresentacao. Eu quero tb escrever “coisas secretas” que possam estar aos olhos do publico, mas a gente vai fazendo a medida que vai acontecendo. Acho que o proximo post ja vai ser um pouco diferente. Bem, ser numero 1 ta sendo muito bom. E vou colocar um link do teu blog no meu e colocar nos meus favorites. Boa sorte pra gente!

  2. Mas qm nunca leu o diário dos outros? Nossa!!!! Nâo precisa nem ser diário, pode ser qqr coisa de outra pessoa q todo mundo tá lendo. Mas vc sabe, q alemâo nâo lê nada q nâo seja dirijido a ele? Vc sabe q alemâo se vc nâo falar com todas as letras o q vc está sentindo ele nâo entende a conversa via indireta ou na terceira pessoa como exemplo?Nossa, é dificílimo. Eles sâo corretos demais. Eu digo ao meu esposo q se todo alemâo tivesse se convertido, eles seriam os melhores crentes na face da terra. Nós brasileiros deixamos a desejar, morremos só pela curiosidade. Por falar nisso seu diário estava muito bem escrito. Bem em cima do muro, discretíssimo. Disse tudo mas nâo se comprometeu. Inteligente essa menina. tô aguardando cap. 2Georgia Agerter

  3. Anabel ja leu meu diario…Foi assim; ela disse que queria ver e eu deixei…Deixei pra ver se eu tava escrevendo muita besteira ou muito pecado..Tinha la umas coisas loucas, mas nada muito estarrecedor(ate pq sou uma menina ajuizada).Foi a penultima vez q eu tive um diario.A ultima minha irma pegou o diario, leu minhas aventuras no pais das maravilhas, mostrou pra minha mae e ela me deu uma sooooooova….Que coisa!(No dia que eu tiver uma filha e ela escrever um diario vou bater nela tbem pra ela ver o que é bom pra tosse…kkkkkkkkkkk!!)Bem,chega de chorumelas…Sua “redação” esta linda…Parabens!(Escreve um livro, menina!!!)bjs

  4. Que meigo!!…confesso que a princípio me senti uma adolescente, lendo o diário de uma amiga (isso pq ela me deixou ler, pois confesso que tb não “lembro” de ter lido o diário alheio…embora o scrap alheio eu não deixe passar um sequer…até de quem não conheço!!! sabe como é a curiosidade, né???) Lembro muito bem de todos os diários que tive e tenho até hoje. Como uma vez me dei mal com isso, pois minha mãe leu e ainda mostrou ao meu pai (descobriram um segredo fortíssimo, e levei a maior bronca por isso…), resolvi escrevê-lo em código!!! Tenho até hoje essa agenda que fiz de diário…escrevia todos os dias… e o pior é que o código eu esqueci, pode?!? Como eu gosto de ler até bula de remédio, e sei o quanto isso é bom, vou ter todo o prazer do mundo em ler o que vc escrever sempre em seu novo “diário”, se é que assim posso chamá-lo!!! Além do mais, sei que tudo que vc escreve é interessante, então, terei o maior orgulho de tornar-me uma fã de carteirinha dessa “escritora” maravilhosa… PS: eu já tinha escrito isso há tempos!!! (ô pêga!!!) Tomara que dessa vez esse negócio entre na boa!!! Ass: Outra Bel

  5. Amiga, ainda quero ter o prazer de comprar um livro seu, ohhhhhhh talento…., escreve muito bem, hj não estou com muito tempo para comentar, mas quero que saiba que gostei muito e irei abrir a página sempre,um beijo carinhoso de sua amiga chicletinho rssss.Ahhhhhh,agende ai nossa programação, pois da próxima semana não passa, já estarei de férias rsss bjs

  6. Oi! Tem muita coisa incompreensível nos mundos masculino e feminino. No meu blig escrevi um texto que diz: “homem e mulher não precisam se compreender. Eles têm que se amar”. É nisso que acredito. Mas esse negócio de mulher gostar de diário, esa relação quase “incestuosa” com o diário, não dá pra entender.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s