INCONSTÂNCIA

“O homem é um ser inconcluso”. disse Rollo May, no livro “O homem à procura de si mesmo”. Já pensei muito sobre isso… e cada vez descubro algo diferente.

Ser “inconcluso” pode significar apenas que não está acabado, que pode crescer. Mas acho que é muito mais que isso. É também se saber “variável”. E isso é bom.

Comparo o estado emocional ao nascer de um novo dia. Às vezes o sol vem com toda a sua força, sem nada pra atrapalhae seu contato com a Terra. Outras vezes, entre eles se estabelecem barreiras variadas… nuvens de diversas espessuras… chuva… “frentes frias”… e o dia fica completamente diferente do anterior. Também podem haver muitos dias semelhantes, nada impede.

Com as emoções também. Tem dias que eu acordo brilhante como o sol, com tudo claro, enxergando o horizonte limpo… e de repente o tempo “vira”, uma tempestade aparece do nada… e pronto! Acabou-se a mulher! O inverso também acontece, é claro. A tempestade se dissolve como uma bolha de sabão, e o calor do sol vai aumentando… até se desejar um bom banho frio!

Se eu for juntar as emoções dessa semana… nem sei como descrever. Especialmente se contar a “semana” como o conjunto de sete dias, desde a quarta-feira passada. Gente… foi coisa demais! Mas não quero relembrar as tempestades… (e como foram fortes – furacões, tsunamis…) Hoje o céu apareceu claro… com poucas nuvens… que foram sumindo devagar… até se abrir um dia limpo, completamente ensolarado.

Não faço idéia de como será o clima amanhã. E nem quero fazer. Deixa ele chegar como quiser… Vou dormir hoje, novamnete com a sensação do dever cumprido – e muito bem cumprido! Vou me jogar na cama pra descansar dos compromissos assumidos e realizados sem falhas. Sem falhas? Não, existiram falhas, sim. Mas foram aquelas inevitáveis. As evitáveis foram evitadas!

Cansadas… mas realizadas! A Mesa com os Radialistas torrou nosso juí­zo, mas no fim… foi lindo, emocionante, sucesso total!
Valeu, Fá… É bom demais trabalhar com você!

Anúncios

  1. Sabe que esse seu comentário foi exatamente assim o meu dia de ontem? Um sentido de situacoes inacabadas. Um sentimento de decepcâo e vazio no peito, uma melancoliiiiiiia que doia.Deus e eu sabemos porque. Talvez eu devesse desabafar aqui, mas dói tanto quando a gente vê que aquele que vc considerava o seu melhor amigo para todas as horas nâo confiou em vc para alguma coisa muito maior que lhe rasgava o peito e de repente chega a triste notícia que ele pôs fim em tudo. Mas como nós que estávamos sempre juntos, fazendo tudo junto (fora aquilo), pois um fim tâo radical e nâo pensou nos 2 filhos que estava deixando?Fiquei o dia de ontem meditando por que tem pessoas que fazem isso? Será que é porque elas estâo inacabadas? Será que em momento algum quando numa frase eu lhe disse que o melhor de tudo era confiar sempre no Deus Todo Poderoso que fez os céus e a terra?Será que nâo fui bem clara ao afirmar isso? E será que naquela pergunta que me fez talvez para ele absurda, essa também nâo foi para ele uma resposta absurda? Quem vai saber quem vai entender as pessoas que sâo inacabadas e que precisam justamente da presenca de Jesus como Salvador para se sentirem completas.Eu sei que essa dor vai passar um dia. Mas agora tá muito difícil…

  2. Acho que muito do prazer de viver eh esse, o fato de que sempre seremos inacabados e sempre ha espaco para crescer. Valeu pela ideia…bjo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s