Um passeio na "livraria" do hiper

Não sei se comentei aqui… mas a livraria Nobel do shopping da cidade vizinha fechou. Que demonstração de falta de cultura!!! Antes de fechar, a Nobel abriu uma sessão de locação de DVD, que tomou mais da metade do espaço dela. Acho que foi enquanto ia acabando o estoque… até morrer de vez. O fato é que a livraria foi-se. Sobrou, no shopping, o espaço de livros do hipermercado. E eu fui me parar lá, aproveitando um tempinho antes do ensaio do coral (assunto pra outro post).

Deu uma tristeza sem tamanho. Sabem o que é olhar váaaarias prateleiras de livros e não conseguir se interessar por quase nada?

Deixem-me descrever o espaço-livraria pra vocês terem idéia do quanto se busca lucro – e só lucro.

1. Tinha uma prateleira abarrotada de O Caçador de Pipas e O Código Da Vinci, de um jeito que dá até nojo… apesar dos livros serem bons, mas sabe aquela sensação de “quero vender” e só??? Não interessa o que as pessoas desejem, eu vou impinjir o que a lista de Veja diz que é pra ser lido.

2. Uma outra prateleira só com os Almanaques: Dos anos 70, dos anos 80, dos Quadrinhos, do Fusca, da TV Globo, da TV e da Jovem Guarda. (Essa foi a única parte que me animou um pouquinho, mas só um pouquinho, porque eu já estava chateada com a ausência de algo consistente).

3. Livros de auto-ajuda da pior qualidade. Por exemplo: Conquiste o emprego certo em 1 hora. Dá pra acreditar? Só existem desempregados no Brasil pelo simples fato de não terem lido esta preciosidade!!! Ao lado desse, estavam Contrate preguiçosos e Como se dar bem na vida mesmo sendo um bosta. Assim é bom demais, não? Por isso você pode conquistar o emprego certo em 1 hora!!! Ainda na linha de “consiga tudo o que quer”, estavam lá dezenas de exemplares de The Secret (leia este post da Jady sobre o livro), junto de A lei da atração – o Segredo e Muito além do segredo. Isso tudo acrescido de pérolas como Paixão emagrece, amor engorda e Filhos crescidos, pais enlouquecidos. Fiquei com vontade de dizer que só enlouquecem com os filhos crescidos os pais que relaxaram com os filhos pequenos, mas tudo bem.

E assim acabou a “livraria” do hipermercado. Não foi legal o passeio? Agora me digam se não é pra desejar ardentemente um mergulho na civilização e na cultura, não precisa necessariamente ser na Civilização Brasileira, pode ser na Cultura, na Siciliano ou qualquer outra grande rede. Ah, meu sonho de consumo é ter uma franquia dessas… tenho certeza que seria onde eu trabalharia com total prazer…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s