Como enlouquecer um médico em 13 lições

Continuando com a série “recebi por e-mail, miacabei de rir e quero repartir“, aproveitando que estou sem tempo e sem cabeça para escrever meus próprios textos. Pequeno detalhe: Foi-me enviado pela minha médica.

1. Comece a consulta reclamando da demora, mesmo que tenha sido atendido rapidamente. Depois, diga ao médico que ele é o décimo – terceiro que você procura pelo mesmo motivo, e que você só quer mais uma opinião, pois não confia muito em médico. Diga também aquela frase clássica: ‘Cada médico fala uma coisa’.

2. Nunca responda diretamente às perguntas.Caso ele pergunte se você teve febre, diga que teve tosse. Conte tudo detalhadamente, começando, se possivel, desde quando você ainda era criança…

3. Leve sempre 3 crianças com você (nem precisa ser seus filhos): especialmente aquelas que mexem em tudo, sobem nos móveis ficam fazendo perguntas no meio da consulta. Combine, previamente, com uma delas, para quebrar o termômetro do médico.

4. Peça receita de um medicamento controlado. Diga que não é para você, mas para uma vizinha muito amiga sua. Não esqueça de dizer que ela toma esses rémedios há anos e que não fica sem eles, e que você quer retribuir um favor dela.

5. Quando o médico perguntar que rémedio você está tomando, diga que não se lembra do nome, mas ‘que é um comprimido branco’e que você está pensando em parar porque não está funcionando e está ‘atacando o estômago’ como, aliás, todos os comprimidos que você toma. Aproveite para pedir uma ‘injeção’.

6. Quando o médico estiver se despedindo de você, na sala de espera, diga bem alto, para os outros ouvirem também: ‘vamos ver se agora o senhor acerta!’

7. No retorno da consulta, inicie com: ‘Estou pior que antes’. Aproveite para incluir, no relato, novas queixas. Diga que você passou por um farmacêutico, muito antigo e muito conceituado no bairro que sua tia mora, e ele resolveu trocar os remédios.

8. Insista para que o médico tente descobrir a causa daquela cólica que você teve há seis meses, e que desapareceu misteriosamente. Insista em contar os sintomas com riqueza de detalhes.

9. Traga os exames solicitados por médicos de outras especialidades. Se ele for clínico geral, consiga um eletroencefalograma para ele dar laudo. Pergunte se ele faria o favor de ver a mamografia da sua vizinha (outra).

10. Descubra onde seu médico dá plantão à noite, e só passe a procurá-lo lá. Dê preferência a hospitais públicos, onde ele não ganha por ficha de paciente.

11. No final da consulta, pergunte se ele não faria o favor de dar um atestado, pois você não ‘teve condições de trabalhar hoje’ ou então, diga que você tinha que resolver uns probleminhas e não deu para ir trabalhar.

12. Vá ao hospital, às 3:15 da madrugada, e comece a consulta dizendo que tem umas dores há + ou – 6 meses, e que agora nem tá doendo tanto, mas como essa hora não tem fila no hospital, resolveu dar uma passadinha!!!

13. Finalmente, complete a irritação dele, mandando-lhe este e-mail, e a seus colegas.


Bom, eu não faço quase nada disso, e geralmente faço minhas consultas na praia, no carro, na porta da minha casa ou na casa dela. E sim, eu digo qual é o remédio que quero tomar e preciso da receita. Mas ela nem liga… kkkkkkkkk
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s