Salvador, 459 anos


Minha cidade natal está fazendo aniversário hoje, 29 de março. E tenho aprendido a amar Salvador tardiamente, como amei Ilhéus desde sempre.

Ultimamente estou numa fase de expor o que penso sem me importar nadinha com a opinião alheia. Então, não me interessa se em Salvador você já foi assaltado, ou se o taxista deu mil voltas até chegar ao seu destino, se o calor é demais, se os ônibus andam muito cheios, se os “menores” extorquem no estacionamento do Pelourinho… Eu só consigo enxergar ali a beleza graciosa esculpida pelas mãos do Criador.

O sol se pondo na baía de todos os santos, o MAM no Solar do Unhão, a vista do alto da Sé, olhando o Mercado Modelo e o Forte São Marcelo, o Plano Inclinado, o farol e o porto da Barra, o centro histórico, o Pelourinho, a bahianidade explícita na cara do povo, os passeios altamente culturais… são delícias de Salvador que eu não me canso de aproveitar quando posso. Mesmo quando vou lá apenas pra ir ao médico.

E pensar que passei mais de três décadas pra conseguir avistar minha cidade com esses olhos!!!

De presente pra ela, deixo o desejo de João Alexandre em sua “Salvador da Bahia”(Ouça aí em cima no player!):

“Que a Graça de Deus te embale
Que a Água da Vida te regue de amor.

Que o Santo dos santos te dê Sua paz,

Bahia, que o Mestre Jesus seja o teu Salvador!”

(Curtindo todos os trocadilhos deliciosamente arrumados na canção que tem a cara da Bahia, apesar de não ter sido escrita por um bahiano).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s