Coisas que a vida ensina depois dos 40

Artur da Távola

Amor não se implora, não se pede não se espera…
Amor se vive ou não.
Ciúme é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.
Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para mostrar ao homem o que é fidelidade.
Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.
As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.
Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
Água é um santo remédio.
Deus inventou o choro para o homem não explodir.
Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.
Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.
A criatividade caminha junto com a falta de grana.
Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
Amigos de verdade nunca te abandonam.
O carinho é a melhor arma contra o ódio.
As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
Há poesia em toda a criação divina.
Deus é o maior poeta de todos os tempos.
A música é a sobremesa da vida.
Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.
Filhos são presentes raros.
De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças acerca de suas ações.
Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que abrem portas para uma vida melhor.
O amor… Ah, o amor…
O amor quebra barreiras, une facções,
destrói preconceitos, cura doenças…
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama, é muito amado.
E vive a vida mais alegremente…

Os jovens podem até achar que sabem, mas só a maturidade nos dá a certeza experimental de tudo isso. E muito mais.

[Li esse poema (?)  (crônica? ) no blog de Maria Luiza Heine, creditado a Artur da Távola. Googlei, e tem 1488 entradas como sendo dele. Então, caso não seja, e o autor seja você (ou saiba quem é), informe, para que a correção seja feita.]

Anúncios

  1. Olá!
    Navegando, achei seu blog! 🙂
    Me falta 12 pros 40, e realmente acho q sei de algumas coisa ou acho q sei…

    Mas uma coisa é certa…os cachorros são anjos!!!

    Beeijo.

  2. Não pediste opinião, porém hás de me permitir ligeiros comentários.
    Esquartejemos…
    :
    Amor não se implora, não se pede não se espera…[Amor se implora, se pede, se espera,se compra,se rouba, se toma,se confisca, se adquire mediante fraude…Vale tudo.Se não concordas, negas toda canção, toda poesia que já se compôs sobre o tema.Bem disse Tônia Carrero, naquele filme sobre Vinícius: “Vinícius era capaz de qualquer baixeza pra conquistar uma mulher.”]

    Amor se vive ou não.[Decerto.]

    Ciúme é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você. [Mas: “Ele(a) nem percebeu que X tá me querendo. Não tem ciúmes. Ele(a) não se interessa mais por mim…]

    Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para mostrar ao homem o que é fidelidade.[Que!…Rubião pertencia ao vizinho do lado. Descobriu que aqui a comida é farta e na hora certa. Mudou de dono há uns dez anos.]

    Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.[A questão educacional não se resolve nessa simplificação binária.]

    As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.[Provavelmente.]

    Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.[…Nos torna mais velhos.]

    Água é um santo remédio.[Pra sede.]

    Deus inventou o choro para o homem não explodir. [Se eu acreditasse no cara, diria: Teo inventou a dor, depois o choro, mas, com ou sem glândulas lacrimais, o homem explode mesmo assim. Os suicidas – se possível fosse – que o digam.]

    Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.[Mesmo na presença de regras, não dispenso o bom senso.]

    Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.[Com ou sem tempero, beterraba é ruim de qualquer jeito.]

    A criatividade caminha junto com a falta de grana.[Concordo. Lembrei-me da idéia do teletransporte da série “Jornada das Estrelas”.]

    Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.[Se David Birne, casualmente, não tivesse comprado um antigo vinil de Tom Zé…Sei não…]

    Amigos de verdade nunca te abandonam.[Se teu melhor amigo te convida pra pular de um precipício, o que fazes?]

    O carinho é a melhor arma contra o ódio.[Às vezes ajuda, mas não creio nessa generalização.]

    As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.[Muitas vezes, colorida de vermelho.]

    Há poesia em toda a criação divina.[ Se eu acreditasse no cara, diria: “T ‘ aí um mestre da poesia sarcástica”.]

    Deus é o maior poeta de todos os tempos.[Depois que Winston Churcill recebeu o Nobel de Literatura, em 1953, pelos seus discursos no parlamento britânico, vale tudo.Quanto a mim, prefiro Fernando.
    Mas sempre se pode tentar afirmar ,pós- modernamente, que o suporte preferencial de Teo é a instalação: o cara fez o mundo.
    …Tanto quanto aquele galho estranhamente retorcido – a nos dar humanas sugestões – é obra exclusiva de Frans Krajcberg.]

    A música é a sobremesa da vida.[Depende do gourmand. Fosse Neném Prancha, afirmaria: “O futebol é a sobremesa da vida”.]

    Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente. [Acreditar não é salvaguarda para tolice.]

    Filhos são presentes raros.[E se o casal tiver dez filhos?]

    De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças acerca de suas ações.[ Bestage!A longo prazo, nem isso.
    Fernando que o diga:
    “Ele morrerá e eu morrerei.
    Ele deixará a tabuleta, eu deixarei os versos.
    A certa altura morrerá a tabuleta também, os versos também.
    Depois de certa altura morrerá a rua onde esteve a tabuleta,
    E a língua em que foram escritos os versos.
    Morrerá depois o planeta girante em que tudo isto se deu.
    Em outros satélites de outros sistemas qualquer coisa como gente
    Continuará fazendo coisas como versos e vivendo por baixo de coisas como tabuletas”.
    Artur da Távola?
    Num era aquele rei?…
    Felizmente, ainda nos resta a WIKIPEDIA…
    “Artur da Távola, o pseudônimo de Paulo Alberto Moretzsonh Monteiro de Barros, (Rio de Janeiro, 3 de janeiro de 1936 — Rio de Janeiro, 9 de maio de 2008) foi um advogado, jornalista, radialista, escritor, professor e político brasileiro”.]

    Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que abrem portas para uma vida melhor. [Às vezes funciona.]

    O amor… Ah, o amor…
    O amor quebra barreiras, une facções,
    destrói preconceitos, cura doenças…[Eita!que panaceia.]

    Não há vida decente sem amor![Uma indecenciazinha vai bem.]

    E é certo, quem ama, é muito amado.
    E vive a vida mais alegremente….[Voluntarismo que carece de fundamento.]
    ……………………………

    “mas só a maturidade nos dá a certeza experimental de tudo isso.” [Pra cada aluno, uma lição.]

    Jucemir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s