A eterna montanha russa

Já falei aqui que vivo numa montanha russa de emoções, de coisas boas e ruins, de sentimentos e até fisicamente eu vivo subindo e descendo.

Pode até ter causa física (a ausência da tireóide, o DDA, a TPM) ou emocional (acontecimentos variados, preocupações reais ou imaginárias, a lua), mas o fato é que essa instabilidade me irrita. Nem sei como as pessoas mais próximas me aguentam (e os leitores do blog também), porque tem horas que nem eu me aguento.

Ontem eu estava flutuando, hoje se abrir um buraco no chão eu entro. Mas não é coisa do dia inteiro, não, passei horas muito boas e muito ruins hoje. Ah, não dá pra entender? Também acho.

À noite, na hora de dormir, como é o caso, agora, olho pro dia que passou e tento racionalizar: foi produtivo? Fiz o quê? O que deixei de fazer? Fiquei feliz? Triste? Fiz alguém feliz? Magoei alguém? E em alguns dias olho pra trás e não vejo nada. Não fiz nada, não ajudei ninguém (também não atrapalhei, pelo menos isso) ou é só a minha memória recente (hello, Dory!) que não me deixa lembrar?

Problemas? Todo mundo tem, eu sei. E eu tenho também. E embora me desligue deles (conscientemente ou não) por algum tempo, eles estão lá, e nessa hora, a bendita hora de dormir, eles metem a cabeça no vão da porta e dizem: Estou aqui, não me esqueça!

Mas que coisa! Quem chamou? Se eu vou dormir, vocês também deveriam ir, respondo a eles. Quem disse que eles ouvem? Ou pelo menos se fazem de surdos.

Hoje depois de semanas (ou meses) consegui bater papo com Jady via gtalk e trocamos figurinhas problemáticas. Eu disse a ela que estou carente de amigos, de conversar coisas que não posso falar aqui no blog por motivos vários, de sair pra rir e jogar conversa fora ou mesmo de emprestar o ombro e pegar o da amiga emprestado. E ela devolveu: "estou no mesmo barco". Que bom que não sou só eu…

Já li vários posts falando sobre o final do ano, gente se despedindo, dando férias aos blogs, fazendo lista de resoluções de ano novo… e me sinto alienada, o ano já está acabando? Não me iludo. Só acaba quando termina, que nem jogo de futebol, mas o ano não tem prorrogação.

Pra mim, ainda não chegou a hora de avaliar 2010; dezembro é bem comprido, e só vou enterrar 2010 às 23:59 do dia 31. Vai ter alguém aí ainda?

 

***********

Gente, desculpa o post-vômito desabafo, completamente desconexo. Mas acho que agora consigo dormir, depois de colocar o azedume pra fora.

Boa noite então, galera!

Anúncios

  1. Nesse assunto eu me identifico completamente… =/
    Semana passada eu estava num bode que você não faz idéia. Saí do trabalho pensando em tirar um tempo de “férias”, mas não consigo me desligar. Dia desses todos os pensamentos ruins sobre a vida profissional vieram na mente e fiquei num bode daqueles. Ai depois passa, não totalmente . A improdutividade impera e eu fico me perguntando que carvalhos eu fiz com meu tempo.

    Solução? ainda não tenho, mas comecei a fazer terapia….rs

  2. Bel
    Podemos dar as mãos porque estou passando por isso: irritabilidade mil cruzes, vontade de conversar coisas diferentes 500 cruzes e final de ano sem comentários.
    Mas tudo vai passar. Ah se vai…
    melhoras para vc por aí.
    abraço

    • Ju:
      Essa é a minha frase: “Vai passar”.
      Fui no seu blog e adorei! Já está no Reader. Vi na sua lista que vc segue alguns blogs que também leio… é, descobrimos os semelhantes, por aqui!

      Bjo, seja muito bem vinda!!!

  3. “À noite, na hora de dormir, como é o caso, agora, olho pro dia que passou e tento racionalizar: foi produtivo? Fiz o quê? O que deixei de fazer? Fiquei feliz? Triste? Fiz alguém feliz? Magoei alguém?”

    Não há sono que apareça depois de tão penoso escrutínio…

    “Pra mim, ainda não chegou a hora de avaliar 2010;”

    Avaliar pra quê? – Deixa-te de clichês. Parece até balancete de empresa.Daqui a pouco começas a falar em liquidação de estoque…

    “Só acaba quando termina, que nem jogo de futebol, mas o ano não tem prorrogação.”

    Não se trata de um jogo: é um campeonato com n-turnos e n-returnos , sem previsão de final.(Dizem que o regulamento é tão confuso que até hoje não foi publicada a versão definitiva.Nem mesmo se pode saber ao certo quem vence, quem perde.Alguns exegetas afirmam que , lido por um certo viés, tudo termina empatado.)

    No mais, é o seguinte: conseguirias te manter afastada desse lap-top por três dias?
    Computador não se liga sozinho…
    Tópico para reflexão: viver na Internet e no tuíter não teria um certo ar de familiaridade com uma longa linhagem cinematográfica que passa por “Matrix”, “Cidade das Sombras”, “13ºandar”, “Avatar”, “Os Substitutos”, “A Origem” ? Não vamos todos nos aproximando da geração hikikomori?
    Ah! se Debord vivo fosse.O que diria?
    Fosse o que fosse, não seria num tumblr.
    ………………………..
    A noite que já vai longe chegou no meio de uma tarde ensolarada.Hoje, contemplarei as estrelas.
    ………………………..
    Prefiro que me mandes uma relação de fotógrafos para que eu tenha alguma referência. Meu gosto é um tanto estranho e não entendo nada de fotografia.
    Semana passada, passei meia hora na Livraria da Travessa folheando dezenas de livros cheios de figura e não me decidi.
    Na verdade, gostei de um que tinha nome russo e gostava de casas em ruínas.
    Porém, me sentiria mais seguro se me mandasses sugestões.
    …………………………
    Abraço caloroso pra deixar Mão de Veludo pensando em pegar a peixeira.
    ……………………….

    P.S.: Drume negrita…

    Good Night
    The Beatles
    Composição: Lennon / McCartney
    Now it’s time to say good night
    Good night sleep tight.
    Now the sun turns out his light
    Good night sleep tight.
    Dream sweet dreams for me
    Dream sweet dreams for you.
    Close your eyes and I’ll close mine
    Good night sleep tight.
    Now the moon begins to shine
    Good night sleep.
    Dream sweet dreams for me
    Dream sweet dreams for you.
    Now it’s time to say good night
    Good night sleep tight.
    Now the sun turns out his light
    Good night sleep tight.
    Dream sweet dreams for me
    Dream sweet dreams for you.
    Good night good night everybody
    Everybody everywhere.
    Good night.

    • Vou me ater à parte dos fotógrafos, embora já tenha mandado recado que preferiria o teu gosto.
      Lembra que adorei receber a “Princesa Isabel”???

      Bom, digo então que dispenso o fotojornalismo, casas em ruínas se incluem nessa exclusão, da mesma forma que as fotos de moda e de “gente bonita produzida”.

      Fotografias de um lugar específico, independente de QUEM as tenha feito, são bem vindas. Tipo “Paris na primavera” ou qualquer outro lugar, captou? Fotos de gente simples, no estilo das de Sebastião Salgado, idem, bem como paisagens variadas, como as de Araquém Alcântara.

      Fotos de casamento também são uma boa… já tenho um de Vinícius Matos, se encontrar outro, pode ser.

      Enfim… já dei informações demais.

      Ah, mandei uma coisa via Livraria Cultura pra você. Fui ver o rastreamento e… já foi entregue! Que povo rápido!!! Espero que goste de “Uma noite em 67”, nós (Masca e eu) adoramos!!! (Só agora entendi “a noite que já vai longe chegou numa tarde ensolarada”, Ô homi que gosta de meias palavras…

      Bjooo

      • Agora que reduziste a equiprobabilidade dos elementos do sistema – ou seja, reduziste substancialmente a entropia – faz-se bem menos trabalhoso o processo de escolha.
        “Tipo “Paris na primavera” ou qualquer outro lugar, captou?”
        Paris é chuchu na serra. Talvez , qualquer coisa do tipo “Vladivostok no verão.”(Brincadeirinha…Já captei.)
        ““Uma noite em 67″, nós (Masca e eu) adoramos!!!”
        Eu também. Acho que levei bem umas quatro horas assistindo e repetindo certas passagens – inclusive do extenso material dos extras.
        “Só agora entendi “a noite que já vai longe chegou numa tarde ensolarada”, Ô homi que gosta de meias palavras…”
        Olha só que coisa insossa e prosaica: “Recebi o DVD “Uma noite em 67.” e vou assistir hoje”.

        Abração em ambos os dois conjuntamente juntos.
        …………………………………………
        Para Mão de Veludo.

        Vitória na segundona foi triste. Um justo castigo pra quem sequer consegue passar , em casa, por um Atlético Goianiense.
        Resta torcer por dias melhores em… 2012.
        Saudações (e solidariedade) rubronegras.
        ………………………………..
        Jucemir

  4. Eu estarei aqui até às 23h59,59…do dia 31

    Posso parecer Poliana, mas quando coloco meus filhos para dormir peço que lembrem o que de melhor aconteceu no dia (o pior eu não pergunto, é para ser esquecido na hora de dormir)

    Beijo

  5. Deixa eu lembrar o que eu escrevi aqui e depois foi pro limbo:
    1 – Meu problema são os hormônios, e se juntar com a mente vazia… a oficina do “lá ele” se instaura! Depressão total!
    2 – Para 2011 terei apenas uma resolução: Não fazer resolução nenhuma! Assim fica mais fácil de não me decepcionar comigo mesma!
    3 – Se precisar de ombro e ouvido emprestado, de (mais ou menos) 03 a 15 de janeiro estarei na área! Se derrubar, é penalti!
    Não ficou tão emotivo quando o outro comentário, mas tá valendo!

  6. Bel querida!! Ainda bem que passei aqui pra dar tchau. Acho que essa montanha russa toda no fim do ano é bem providencial. Vai te fazer pensar ainda mais na vida e te preparar melhor para arrasar em 2011. Que vc tenha sucesso em todos os projetos e tire muitas fotografias lindas.
    bjos e valeu pela companhia. Nos ‘vemos’ ano que vem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s