E… pufff.

Estou me sentindo assim. Tão envolvida com minha vida [e meus problemas] reais que não consigo viver minha vida virtual. Tenho tantas coisas pra escrever aqui, e é como dizem os poetas: a poesia bate nos dedos, e se não sair, vai embora. Aqui não é lugar de poesia, mas se não escrever na hora… perde a razão de ser, não consigo mais entrar no clima, e… pufff, acabou.

Em tópicos:

* Estou fazendo um curso de edição de imagens em Photoshop durante toda a semana. Teria coisas engraçadas, interessantes e até trágicas pra contar, mas… pufff.

* Mamys está BEM MELHOR, mas ainda precisa de minha atenção e cuidados. Nossas conversas também dariam excelentes posts, mas… pufff.

* Duas grandes amigas por perto por alguns dias. Ah, mil coisas pra contar. Mas… adivinhem? Pufff.

* E-mails para responder, que preciso de calma e atenção, mas, cadê? Pufff.

*Queria poder chorar minhas dores (literalmente, nos joelhos e coluna), minhas queixas várias,  minhas vontades reprimidas, mas tem tanta coisa na frente, que… pufff.

Então é isso. pufff. Pelo menos estou viva. Wow!

Anúncios

  1. Eu ainda não pifei, alias estou longe disso, mas também estou na correria desenfreada tanto no pessoal quanto no profissional, como diz Fausto Silva.
    E no mais você que não responda meus emails… ai sim vai ser Pufff!
    P.S. Não tem nenhum email pendente, eu acho! E nem cobrei os comentários no blog… tá vendo como sou boazinha!?

  2. Subvertendo o texto…

    Estou me sentindo assim assada descoroçoada. Vou tão envolta e às voltas com o vai-não-vem da vida e minhas vicissitudes [Por exemplo:a quadratura do círculo…ou, viceversando, a circularidade do quadrado.] surreais que nem sobra banda para alimentar minha vida virtual.
    Tenho tantas coisas pra inscrever aqui, e é como dizem os poetas: a poesia bate nos dedos feito martelo, dói feito o cão, mas passa logo e vai embora…
    …splish,buft,pou,crash,pum,atchim,pluk,plakt,zoom,splash… perde a razão de ser, não consigo mais entrar no clima, e… fupp, o barato (espontâneo, bem entendido) acabou, e nem adianta gritar shazam que não vem insight nem,muito menos, nenhum estalo do Vieira , que m’acuda a pena.
    Em dropes:
    * [Primeiro foi um de maquiagem por correspondência…Sei não – todavia, na terminologia wittgensteiniana, tudo isso comunga –por assim dizer e salvo juízo- de um certo “ar de familiaridade”…
    * [Deixa Mamys prá lá que com Mamys não se brinca…]
    * [Mania é essa de ter que postar, contar, relatar,dar ciência,fazer saber, informar, notificar,espalhar aos 1488 ventos,confessar…]
    * [Marca tudo, manda pra lixeira e depois exclui pra todo sempre…]
    *[Fernando Hoisel, um psicólogo,um guru indiano,um personal trainer…e pronto.]

    I’m alive, Mom!

    Jucemir, o troll.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s