O meu MAMAÇO é virtual

É virtual porque meus babies já passaram da fase de mamar – e mamaram muuuuuito. Mas não vou me furtar à oportunidade de me manifestar. Eu adoro uma polêmica, ainda mais quando toca num ponto que pra mim é essencial: a mulher tem direito exclusivo e total sobre o seu corpo.

A história começou com uns comentários ridículos feitos pelos ditos humoristas do CQC, no CQC 3.0, que acontece na internet depois que acaba o programa na TV. [Vídeo nojento aqui. Só assista se tiver estômago. Ou se tiver peito, mesmo.]

Em vez de responder – ou mesmo ignorar – a mensagem de uma mãe que chamava o programa para fazer a cobertura de um “mamaço” (mulheres se reunindo, para amamentar seus filhos em público), os senhores de terno e gravata optaram por ridicularizar a situação e se postar de maneira infame e misógina*.

A Lola fez um post retado, perfeito. E o Marcelo Tas se doeu. Mas em vez de pedir desculpas a todas as mulheres por não ter tomado uma atitude digna de macho, ele ameaçou a Lola com um processo por calúnia e difamação.

Ah, não deu outra. A mulherada se levantou e botou a boca no mundo. Quer ver? Joga no google “mamaço”, “CQC Lola” ou “amamentar em público” pra ver o resultado.

E euzinha que não sou nem um pouquinho sensata, já vim me meter nessa zona. Não tenho filho pra amamentar em público agora, mas já tive. E boto a foto, não  porque queira exibir “as tetas”, mas pra dizer que SE qualquer mulher quiser/precisar botar o peito pra fora e dar de mamar a seu filho, ela TEM ESSE DIREITO. E não só as gostosonas e boazudas, como disseram os dignos rapazes do CQC.

Aline29

Outubro, 1988

Abelzinho 6

Julho, 1991

A quem vier dizer que nas duas fotos que ilustram este post e que são minha participação virtual no mamaço  eu estou em casa, já vou logo respondendo: poderiam ser em qualquer lugar, pois bebê não escolhe hora nem lugar pra dizer que está com fome. Só que pra posar pra foto precisa ser um momento de paz, né? (E olha que há 23 anos não tinha câmera virtual, era filme e era caro pra revelar!)

Ah, só pra finalizar, tudo que eu escrevi aqui é somente MINHA OPINIÃO.

_______

* Misoginia. No dicionário: substantivo feminino – Aversão pelas mulheres. Na prática: É espancar, estuprar, ou matar uma mulher ou dizer que ela mereceu ser espancada, estuprada ou morta. No caso, debochar  da mulher que amamenta em público pelos simples fato disso ser algo “que constrange”, “que deveria ser escondido”, “que é feio, nojento” ou que "aquela mulher não deveria mostrar, porque os peitos são grandes e/ou caídos, mas uma gostosona como a Gisele Bündchen poderia”… Exemplo claro de atitude misógina, por mais que pessoas (até mesmo mulheres) possam dizer que não. Lamentável.

Anúncios

  1. Frô, como sempre, mandando muito bem! É difícil me fazer ficar indignada, mas esse lamentável episódio me fizeram. Na verdade, vem como a cereja de um bolo que se estraga a cada frase desse grupo.

  2. Menina,[…]

    Editado a pedido da autora no Facebook:
    “Eu comentei umas barbáries no teu post…Mas apaga…Fui tão incisiva, que tô com medo de ser processada tbem,kkkkk

    Eu n tenho estômago pra ser processada não),kkkk

    • Preá… eu ODEIO ver mulher amamentando. Eu mesma só o fazia em privacidade… Se Yago queria peito e eu estava em lugar público, entupia ele de água até achar um lugar reservado. Então, não sou a melhor pessoa para comentar esse post kkkkk xêro

      • Tadinho de Yago! Num te contaram que água não mata fome, não??? kkkkk
        Mas tua atitude é TUA ATITUDE, e todo mundo tem que respeitar, inclusive a patrulha que diz\ que qdo se está amamentando NÃO PODE dar outra coisa, nem água.
        Cada um sabe de si, não é mesmo? E é por isso tudo que resolvi escrever esse post!
        Xêro, preá!

  3. Os cabelos continuam alencarmente pretinhos feito as asas da graúna…
    ………………..

    E tu? Davas de mamar cantando pra eles?

    • Tá doido, né? Dar de mamar DÓI, caso você não saiba! Não dá pra cantar, não!
      E os cabelos estavam castanhos, na cor natural. Grávida não pode pintar o cabelo!!!

      • Segundo Alencar, Iracema dava de mamar a filhotes de onça e não dizia um ai…

        Abração.

  4. Privacidade para amamentar é bom, mas quem ja teve seus pequenos (ou acompanhou seus primeios meses, como foi meu caso) sabe que nem tudo sai como programado. Criança tem necessidades q “etiqueta” não pode conter. Fazer o q? Aos adultos, que deveriam ter o bom senso, cabe apenas apoiar aquela mão. Afinal, não é fácil.
    Mas, sinceramente… quem manda apelar pro CQC. Detesto!

  5. Quando eu saí do Brasil, esse programa CQC ainda não existia. Ouvi falar dele há algum tempo e achei no youtube uns episódios muito bacanas, como aquele em que os caras escondem um gps dentro de uma tv pra flagrar a falta de respeito numa prefeitura na grande Sao Paulo. Achei genial. Pensei que finalmente tinha aparecido uma atracao boa de verdade na tv. E ainda acho que a idéia e o formato são bons, apesar de não assistir sempre. Mas agora o que me parece é que esses apresentadores foram vítimas do próprio sucesso. O programa se tornou popular demais e eles se sentiram muito importantes. Quando se chega a um nível muito alto de popularidade, as pessoas vão aplaudir, não importa qual seja o seu discurso. E esse foi o pecado deles. Descuidaram do bom senso e, de ótimos e divertidos informadores, passaram a entrar no campo do circo comum das piadas pobres e preconceituosas. Talvez eles só precisem de uma perda brusca de credibilidade pra tentar voltar aos trilhos do respeito e da humildade. E viva o mamaço!!!!!!
    bjos

  6. Tá dando mesmo o maior bafafá essa história do mamaço. O negócio é que as pessoas esquecem que mesmo com a liberdade de expressão, ainda assim, temos que respeitar o direito do outro. Fazer humor denegrindo o outro não é liberdade de expressão, é bulliyng. #fato

    Adorei o post, Bel. Bjo bjo

  7. Lamentável que ainda exista pesoas assim, que se deixam dominar e acabam por extrapolar toda e qualquer lógica enoção. Depois de ler tantas sandices estou até sem palavras que sejam capazes de transmitirem minha indignação e minha decepção. Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s