Só registrando

Galera, EU DORMIIIII!!!

Depois de 4 dias ligadíssima, sem conseguir fazer as pálpebras superiores se unirem às inferiores e ficarem lá, coladinhas… Consegui “desligar” e dormi 7 – SETE – horas seguidas! Sei lá quando isso havia acontecido!

E ainda dormi mais um tanto durante a tarde. E posso falar que já tô com sono de novo? Sonoterapia, aí vou eu!

Anúncios

Dos prejuízos de sair de casa antes de acordar

Acho que já falei aqui que eu não gosto de acordar cedo. Mas não é simplesmente "não gostar". Eu simplesmente "não funciono" de manhã cedo. Quando preciso acordar, até acordo. Mas até o motor esquentar… vai um bom tempo.

Nesses 45 anos de vida eu sempre preferi estudar à tarde ou à noite (nem sempre consegui), mas era visível que eu rendia mais depois das 18h. Invariavelmente passo o dia com sono, dormindo facilmente se tiver a mínima chance de recostar a cabeça. Mas quando a noite chega… Oh, desespero. O sono vai embora como ladrão correndo da polícia. Dormir? Somente com a ajuda dos remedinhos mágicos. Sem eles, rolo na cama a noite inteira.

Há algum tempo, depois de adulta, eu comecei a aceitar isso, e as atividades que podiam ser trocadas para a noite, eu trocava. Muitas vezes saí da cama de madrugada pra escrever, fazer um trabalho de faculdade ou mesmo ler e assistir TV. E assumi: Sou noturna, notívaga ou sei lá como queiram chamar.

O problema é que casei com um madrugador. E a nossa música não é, mas bem que poderia ser "Ela é dançarina, eu sou funcionário… " E eu, para passar mais tempo com Marido, acordo quando ele acorda (5:30h) . Quero dizer, abro os olhos, levanto, tomo meus remedinhos, às vezes tomo café com ele… mas isso não quer dizer "acordar", quer? Porque,  se der, eu volto pra cama, lindona, e acordo lá pelas 9h e vou viver a vida.

Essa semana vi uma reportagem sobre o Gene 24, que é o responsável por fazer o organismo entender que quando anoitece é hora de dormir e quando amanhece é hora de acordar. E existem pessoas – MUITAS – que têm esse gene alterado, e por isso se sentem mais confortáveis trabalhando/estudando/vivendo à noite e brigando com o despertador pela manhã.

Quem está me vendo com os dois braços levantados, me incluindo nesse grupo???

Pois então. Hoje Marido foi dar aulas no SESI/SENAI, saiu cedinho e eu acordei pra estar com ele no início do nosso PRIMEIRO ANIVERSÁRIO DE CASAMENTO. Mas aí ele saiu e esqueceu de levar a fonte do notebook, me ligou pedindo pra ir levar. Troquei a roupa e fui, óbvio, no piloto automático. Fiquei ligada com o radar de 50Km que tem aqui bem pertinho de casa, mas… quando parei na fábrica para entregar a encomenda, o porteiro disse: Seu Mascarenhas não veio hoje, não. Hã? Veio, sim! Ops… não foi lá! Foi no SESI! "E volta o cão arrependido…"

Pensam que acabou? Cheguei em casa, e para abrir a porta apertei o alarme do carro. E ainda fiquei esperando a porta abrir. É nisso que dá sair de casa antes de acordar!

Bolinhas, só pra não ficar sem dar notícias

  • O SIP (Seminário Interno de Pesquisa) onde os mestrandos apresentaram e defenderam seus projetos foi desgastante, mas passou. E todos passaram, grazzie Dio, apesar dos percalços. Foram dois dias de apresentações de 8h às 12h e 13h às 17h, e ontem depois da última, fomos pra uma festinha de despedida, aproveitando o aniversário de um dos colegas. Quero dizer, era pra ser uma festinha, mas foi uma senhora festa, com um jantar daqueles. Ó a thurma aí,  e numa foto que um dos colegas mandou imprimir e deu a cada um, num porta-retrato:

Mestrado CulTur SIP 07-12-09 006

Mestrado CulTur SIP 08-12-09 028

  • Me dei férias do mestrado até o dia 2 de janeiro. Não quero NEM PENSAR em nada que se refira à vida acadêmica. Do trabalho, só terei férias em abril. Agora, somente o recesso entre Natal e Ano Novo.

 

  • Filhote fez as provas do ENEM e acertou 61% no total, sem contar a redação. Não vi nada por aí sobre estatísticas do geral da população, mas… acho que não foi tão ruim, embora pudesse ser bem melhor.

 

  • Mamis e Papi chegam hoje de Salvador. Vou buscá-los no aeroporto, e antes de levá-los para casa vou trazê-los pra ver um apartamento que vagou no térreo do meu prédio. Muitas vantagens: 1. Térreo. 2. No meu prédio. 3. Melhor dividido do que o apto deles. 4. Me libera para encontrar um inquilino com menos restrições para o meu apto (que é embaixo do deles), se eles não morarem lá. Enfim… torçam pra que eu consiga convencer as cabecinhas duras.

 

  • Marido viaja amanhã, de novo, a trabalho, pela manhã e Line chega com Namorado, à tarde (mas isso eu já disse, né?).

 

  • Tenho um monte de fotografias para editar e entregar. É uma responsabilidade imensa, mas me sinto profundamente realizada ao entregar um serviço e o cliente fiar satisfeito. Esse tipo de trabalho apesar de cansativo, me faz muito bem!

 

  • Tô morrendo de sono. Depois do estresse dos últimos dias, essa seria a noite que eu ia dormir em paz. Mas… Marido conseguiu perder o sono às 3:10h da madrugada, e não dormiu mais, nem me deixou dormir. Agora tudo que eu queria era fechar os olhos e apagar, mas vou ter que ir ao aeroporto, Então…

 

  • Fui. Se der, quando der, eu volto.

 

PS- Ô postzinho virado pro meu umbigo, viu? Desculpaí, gente!

Vibe do sono ou mosca tsé-tsé?

Cheguei de viagem ontem, mas ainda não cheguei de verdade. Estou dormindo, largada na cama desde ontem, e provavelmente até amanhã. Afinal de contas, 9 (NOVE) noites sem dormir e dez dias ligada em 220v, não se recupera assim tão fácil, né?

Então é isso.