Hoje é dia de listinha, bebê!

Parafraseando Cristiane Torloni (“Hoje é dia de Rock, bebê!”), vou deixar aqui algumas listinhas. Não de promessas, já falei que isso comigo não rola, mas de desejos! E serão várias listinhas de três ´[itens cada, pra ficar mais fácil de conseguir!

Livros:

Curvas, de Kadu Niemeyer , ainda não lançado, mas como os desejos são para 2012, ele já está dentro.

Para seguir minha jornada – Chico Buarque, de Regina Zappa. Baratinho na FNAC, 47,00. E o início dessa jornada:

Chico Buarque, da mesma Regina Zappa, Quase de graça na Estante Virtual = 10,40 já com frete incluído!

Terra mar e ar – peripécias de dois turistas culturais. Escrito a quatro mãos por Ruy Castro e Heloisa Seixas, recomendação de Marta.

DVDS:

Completar a série Gilmore Girls, capricho de mãe saudosa. Já tenho a 1ª, 6ª e 7ª temporadas, faltam só da 2ª à 5ª. Smiley piscando Entre 49.90 e 69,90 No Submarino ou na Saraiva. (Na Cultura está bem mais caro!)

Ainda não saiu, mas já está no Youtube e no site da Globo.com e eu já baixei, o Especial da Globo Ivete, Gil e Caetano, mas vou querer comprar assim mesmo, é coisa pra se ter “oficial” e não armengado.

Bahêa minha vida. esse pode ser pirata, eu só quero ter a possibilidade de rever quando quiser. [#ProntoAssumi que sou Bahêa!!! – Mesmo Marido sendo Vitória, depois de assistir o filme não deu pra resistir!]

Tecnologia:

Um computador novo. O desejo MESMO é um Mac, mas se não rolar, por motivos financeiros, aceito um PC, mas tem que ser BOM. Meu note é muito bonzinho, mas já deu o que tinha que dar, em três anos. Está capengando, esquentando demais, fazendo barulho, ameaçando morrer a qualquer hora. Então, antes do dia da angústia, melhor providenciar logo um substituto. Ainda estou em dúvida se quero um desktop ou um notebook, cada um tem suas vantagens… Melhor mesmo seria um de cada. Smiley piscando Estou fazendo uma lista de links, mas esta é grande demais e não cabe aqui. Esse ítem da lista vale por dois.

Um tablet. De preferência um iPad, mas por motivos óbvios, se não puder ser esse, aceito um Galaxy.  (Preguiça de linkar).

Equipamento Fotográfico:

Uma lente 50mm para retratos. Babo por ela há tempos, mas sempre aparecem outras prioridades. De 2012 ela não escapa.

Equipamento de iluminação de estúdio. Eu pensava que era muita coisa, mas depois de ver o que Alene está fazendo no mini-estúdio doméstico… tenho certeza que consigo riscar esse ítem da lista rapidinho.

Consertar minha Nikon e ficar com duas câmeras decentes. Tive informações de que a assistência técnica oficial leva em média 4 meses para devolver o equipamento. Como vou a Sampa em fevereito, considero que até julho ela está de volta.

Viagens:

Já tenho duas agendadas – e pagas. Ambas pro mesmo lugar, mas com tudo diferente, vê só:

Cruzeiro de Navio com Papi, Mamys e o Fiote (Marido não vai, buáaaaaaa), saindo de Santos, passando em Buenos Aires, Punta del Este e Portobelo.

Viagem de aniversário de Marido, em abril, pro Cone Sul, novamente: Montevidéu, Buenos Aires e Colônia del Sacramento, aproveitando uma super promoção da Pluna. Quinze dias de total relax, romance e fotos!

A terceira ainda está em aberto, esperemos pra ver o que acontece…

Projetos de vida:

Finalizar a arrumação da sede da Consultic, no térreo aqui de casa, com escritório, sala de aula e estúdio fotográfico integrados.

Fazer um concurso público para cargo administrativo de 6h diárias. Assim não tenho trabalho pra trazer pra casa e tenho metade do dia para os trabalhos de fotografia, cursos e atividades da Consultic. Detalhe: Passar nesse concurso.

Amadurecer a idéia do doutorado. Na UFBA ou em Lisboa, pra começar em 2013.

 

Pronto, acabou. Se 2012 me trouxer tudo isso vou ficar bem satisfeita. Se faltar alguma coisa não vou reclamar, mas vou batalhar mais ainda pra chegar no ano seguinte! Smiley piscando

Quantas horas tem um dia?

Eu estou vivendo uma fase… (procurei um adjetivo mas não encontrei) estranha interessante da vida no que diz respeito a tempo e horários.

Depois de defender a dissertação, arrumar os detalhes e entregar, garantindo o título de Mestre em Cultura e Turismo, ainda não arrumei um “emprego fixo”, o que significa duas coisas básicas:

1 – Não tenho horário fixo exigido pra nada, a não ser acordar às 5:30h, porque é o horário que Marido acorda, e os horários marcados com a Dra. Acupunturista, que sem ela eu não vivo mais.

2 – Não tenho dinheiro fixo no final do mês. Fotógrafo  só tem dinheiro quando trabalha, assessor de TIC também.

3 – Os trabalhos freelances tem prioridade sobre todo e qualquer horário, e podem acontecer (e geralmente acontecem) nos horários mais inusitados, tipo finais de semana, de manhã cedo, e até nas madrugadas (como diagramar fotolivros e editar fotos).

Mas, sabe que eu gosto? Acordo cedão, molho as plantas, tomo café com Marido e depois que ele sai eu dou uma geral na internet. Lá pelas 9h bate um sono desesperador, e se não tiver nenhum compromisso, me jogo na cama sem culpa. [Não é sempre que eu consigo fazer isso, mas quando consigo, é sem culpa mesmo.]

Sempre tem muita coisa pra fazer, cuidando de papi e mamis (se eu contar detalhes vocês nem vão acreditar…), procurar trabalhos – e executá-los, atualizar os 1488 blogs sob minha responsabilidade, cuidar de mim (dentista, fisio, pilates, revisões periódicas no endócrino…). O dia sempre parece pequeno, e geralmente entro pela madrugada, que na verdade é a hora em que produzo melhor. Marido não entende… e muitas vezes ele acorda no meio da madrugada, se assusta por não me ver na cama, e dá um grito, me chamando… e me dando um susto enorme, claro! Contrariada, vou pra cama brigar com Morpheu, que só gosta de mim de dia.

Então, com essa rotina tão … [insira aqui o adjetivo], eu ri muito quando recebi via e-mail o texto atribuído a Luís Fernando Veríssimo, “Exigências da vida moderna”, que segue transcrito  e comentado abaixo.

Exigências da vida moderna

Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro. E uma banana pelo potássio. E também uma laranja pela vitamina C. Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir o diabetes. Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água. E depois uriná-los, o que consome o dobro do tempo.

Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão). Cada dia uma Aspirina, previne infarto. Uma taça de vinho tinto também. Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso. Um copo de cerveja, para… não lembro bem para o que, mas faz bem.

O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber…
Todos os dias deve-se comer fibra. Muita, muitíssima fibra. Fibra suficiente para fazer um pulôver.

Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente. E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada. Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia. UFA!!! E não esqueça de escovar os dentes depois de comer. Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax.

Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.

Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma. Sobram três, desde que você não pegue trânsito.

As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia. Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora.

E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar das minhas amizades quando eu estiver viajando.

Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.

SE VC FOR MULHER, TEM QUE TIRAR AQUELE "TEMPINHO" PRO CABELO, DEPILAÇÃO, UNHA….

Ah! E o sexo!!!!
Todos os dias, um dia sim, o outro também, tomando o cuidado de não se cair na rotina. Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução.

Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação. Se tiver tem que brincar com ele, pelo menos meia hora todo dia, para ele não ficar deprimido…

Na minha conta são 29 horas por dia. A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo:

Tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes ao mesmo tempo.

Chame os amigos e seus pais, seu amor, o sogro, a sogra, os cunhados…. Beba o vinho, coma a maçã e dê a banana na boca da sua mulher. Não esqueça do “EU TE AMO”. Ainda bem que somos crescidinhos, senão ainda teria um Danoninho e se sobrarem 5 minutos, uma colherada de leite de magnésio.

Agora você tá ferrado mesmo é se tiver criança pequena. Aí lascou de vez, porque o tempo que ia sobrar para você… já era. Criança ocupa um tempo danado. Agora tenho que ir.

Ah…não esquecer de ir nas reuniões do colégio, porque senão você não é um pai participativo.

É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro e correndo.

E já que vou, levo um jornal… Tchau….

Se sobrar um tempinho, me manda um e-mail, porque já viu né? quem não tem tempo pros amigos morre mais cedo….

Não tomo nada disso, odeio Yakult, tenho alergia a Aspirina, não bebo álcool e nem suporto o cheiro de cerveja. Já estou infartando??? As frutas eu como quando tem, a água acho que tomo mais que dois litros, mas dispenso o chá verde. Já o xixi… pergunta pras meninas da Mochilagem Fotográfica quantas vezes eu ia ao banheiro num dia!

As horas de TV pra mim não contam, porque NUNCA paro pra “assistir TV”. Ela fica lá, ligada, enquanto eu faço qualquer outra coisa: navego na net, blogo, leio, bordo, cuido das plantas, edito fotos… Acho uma perda total de tempo parar pra assistir TV. Já li mais jornal, hoje em dia pego pouco nos jornais de papel, me informo mais pela grande rede.

Cuidar das amizades é algo que faço com prazer, acho que é por isso que tenho bons amigos, na vida real e na virtual também.  Já a parte dos serviços domésticos eu passo. Não, não passo roupa a ferro, eu “passo” a vez pra Michela. E como já não tenho crianças ou bichinhos de estimação… escapo dessa parte também.

Considerando o exposto, acho que meu dia cabe, sim,  em 24h, eu é que não sei administrá-las… Shame on me!!!

Namorado

Pra quem não lembra, ou não andava por aqui antes, eu chamava Marido de Namorado. E demorei pra promovê-lo a Marido, mesmo depois que fomos morar juntos. É que achava que Marido não soava tão legal quanto Namorado, mas cabou que acostumei, acostumamos, e hoje é Marido mesmo.

No dia dos namorados, semana passada, pra mim nem parecia que era. Eu estava doente, abusada, reclamenta, cansada… nem planejei nada e não comprei presente. [Preciso lembrar que estou desempregada e completamente descapitalizada? Estou à procura de trabalhos fotográficos: eventos, books, fotografia técnica… contato: anabelmasc @ gmail.com]. Mas sem planejar acabamos curtindo um dia gostoso, com direito a explorar a praia aqui da frente de casa – que pra minha surpresa está deliciosa, limpa e calma, namorar bastaaaaannnnte, encher a geladeira de picolé, fazer mercado de mês no Makro, e finalizar com um churrasco no Banco da Vitória.

Dia dos namorados atípico, mas muito gostoso, como disse no twitter.  Só depois fomos descobrir que tivemos “presente” (não esquecendo que a TVzona LED chegou semana passada):

 

 

Namorados 002

Dupla de canecas compradas junto com a feira do mês

Mas a prova de que não precisamos de “dia” nenhum especial é que cada dia encontro uma coisa escrita no quadrinho de avisos:

junho 2011 002

É claro que se em vez de “FOFA” tivesse “LINDA” seria muito melhor… Fofa remete a… ah, aquilo-que-não-se-pronuncia-para-uma-mulher, especialmente quando ela está deixando de ser!!!

Hoje estou bem melhor, de saúde, e ainda enjoada com o repouso, mas catei o material de croché, e estou brincando de fazer coisinhas cutes com o que tenho em casa. Pior é se eu me empolgar e resolver que vou viver de crochetar…

junho 2011 004

 

Se não tem post, vai de Copy and Past do Release que foi pra imprensa!

Pessoas, lugares e alimentos serão expostos em fotografias no Festival Ilhéus Sons & Sabores do Mar.

Fotos Anabel Mascarenhas (direita) e Maurício Maron (esquerda). Montagem R2cpress

Além de um variado cardápio gastronômico e musical, que vai do camarão na moranga às massas, e de Seu Jorge e Adelmário Coelho aos artistas e bandas regionais, o Festival Ilhéus Sons & Sabores do Mar, que acontece em Ilhéus, sul do estado, no período de 20 a 24 de abril, apresentará duas belas exposições fotográficas na área do estacionamento do Centro de Convenções do município. A comunicóloga Anabel Mascarenhas expõe, já no pórtico de entrada do evento, as cores, a beleza e a variedade de produtos que são comercializados na Feirinha do Guanabara, localizada na área central de Ilhéus.

“Foram mais de 300 fotografias, para delas extrair 50”, explica Anabel Mascarenhas o desafio que foi fazer a seleção. Segundo a autora, na escolha das imagens veio a percepção de que a feira é especializada em comida baiana. “Vejam só: Peixes os mais variados, camarão fresco e seco, mariscos diversos, dendê, côco seco (ralado na hora), todos os temperos, andu, feijão verde, de corda e fradinho, pimenta, e até a palha de bananeira, limpinha e já cortada, para enrolar o abará”, explica.

Anabel lembra que é fato corrente que a gente começa a comer com os olhos. “Se a comida for “bonita”, o prazer de comer já começa no olhar. E a cor da comida tradicional baiana é a cor do azeite de dendê, aliviada pelo branco do leite de côco e incrementada com as pimentas dos mais variados tipos: “doces” ou ardentes, de cheiro, malagueta… Depois de olhar, o cheiro completa a preparação para o sabor”, destaca.

Já no ambiente especialmente reservado para a exposição fotográfica, o jornalista Maurício Maron revela em suas lentes pessoas e lugares conhecidos por ele ao longo de 25 anos de profissão, no trabalho intitulado “Revelação: 25 anos de jornalismo de quem saiu para escrever e resolveu também fotografar”.

As fotografias selecionadas registram parte de sua trajetória profissional, após ter trabalhado em sete estados brasileiros e em Angola, na África, onde cobriu um período decisivo da guerra civil naquele país. São 60 peças quer revelam locais e comportamento humano. Para o jornalista e escritor Antônio Lopes, o olhar jornalístico de Maron expandiu-se em poético, rompendo fronteiras, vendo (e nos levando a ver) a condição humana em vários lócus.

“As fotos viraram exposição por acaso. Ao acaso nasceram, impostas por entendimento próprio do autor, tocado pela poesia: a beleza nos cerca em todos os instantes da vida, na busca do pão diário, no pôr do sol que não olhamos, no barco solitário, na criança e no adulto”, afirma Lopes sobre a obra. A exposição “Revelação – 25 anos de jornalismo de quem saiu para escrever e resolveu fotografar” tem o patrocínio do Grupo Santa Helena e o apoio cultural da Liquigás. Depois de expostas, as fotografias de Maron serão doadas ao Rotary Clube e os recursos arrecadados serão usados em projetos educacionais do clube de serviço.

De acordo com o publicitário Marco Lessa, da M21, idealizador do festival, a intenção é consolidar, em um só lugar, programações variadas permitindo que o visitante tenha opções variadas de lazer e entretenimento. “Não queremos apenas que as pessoas cheguem ao festival e fiquem pouco tempo por lá. Queremos que o local seja um ponto de encontro da família e para isso estamos oferecendo a diversidade cultural da Bahia”, garante. As duas exposições serão abertas simultaneamente com a feira, no dia 20, às 18 horas. O Festival Ilhéus Sons & Sabores do Mar é uma realização da M21, com apoio da Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), Secretaria de Turismo (Setur), Governo da Bahia, Sebrae, Bahia Pesca, Jequitibá Plaza Shopping e Record News.

*******

Ou seja: Tem exposição minha DE NOVO – e em junho vamos pra capitá, minha gente! – e vocês são convidados. Bora?